A "bala de prata"

A insistente procura por uma fórmula mágica, pronta e certa para o sucesso!



Vivemos numa alienação absoluta por conta das relações com as redes sociais e seus algoritmos. Para fácil entendimento, os algoritmos determinam como e quando os conteúdos são entregues, para quem e em qual proporção.

Quem programa os algoritmos? Nós mesmos!


Somos vítimas do nosso próprio comportamento, pois o algoritmo só entrega similares àquilo que você: curte, comenta, compartilha e salva.


Com isso, alguém de direita tende a achar que o governo está indo bem, uma vez que todo o conteúdo que aparece para ele foi resultado do que, primeiro, ele consumiu e só aparecem elogios, postagens de rodovias, vídeos de ministros e tal.

A esquerda, também está neste cenário e os usuários têm a convicção que o governo está destruindo o país, visto que tem informação "pra caramba" sobre isso e, deste lado, só aparecem as cagadas dos ministros e os discursos, demasiadamente autênticos, do presidente.


Nós não percebemos esta alienação, mas é assim!

No campo comercial, basta começar a procurar sobre "Como fazer 6 em 7" - que é faturar 6 dígitos (R$100 mil, pelo menos) em 7 dias - ou "Como ganhar dinheiro com a internet" para começar a aparecer 1 milhões de balas de prata, disparadas pelo algoritmo ou programadas pelos anunciantes de acordo com seus interesses.

Técnicas, fórmulas, métodos, e-books, webséries, etc... que serão "divisores de água" na sua vida e te darão liberdade geográfica (trabalhe onde quiser), renda recorrente (depois de um grande esforço, você receberá dinheiro eternamente) e, com isso, liberdade financeira.

Só um imbecil para acreditar nisso, sem pensar!


Primeiro, você tem a impressão que "está todo mundo nisso" e, na verdade são os algoritmos e a programação dos anunciantes que entregam este conteúdo. à partir do seu interesse e comportamento. Então, não! Não está todo mundo nisso, e isso é bom (graças à Deus).


Segundo, para atingir o "6 em 7" você gastou (investiu) e pagou (ou vai pagar com o resultado) praticamente o valor faturado, sem contar que faturar não é receber. Alguém vai dizer que não é bem assim... mas é! Principalmente, se você contar com o custo da sua mão-de-obra, seu tempo e o preço da sua criatividade.


Terceiro, é sobre liberdade geográfica. Sim, você pode trabalhar de onde quiser já que só precisa de internet e equipamentos. Mas a quantidade de conteúdo, de gestão de indicadores, de atenção ao negócio e de esforço para manter a máquina virtual funcionando é mais estressante que as tais 44 horas semanais. Por isso, se você imagina que "vai ficar de boa", esquece!!! É trabalho pra cacete! Só empreendedores aguentam.


Por fim, a maioria está atrás da "bala de prata" para buscar a liberdade financeira.

Eu entendo e é legítimo, uma vez que sem dinheiro é bem mais complicado viver feliz.

Mas sempre me lembro que Michelângelo não pintou a Capela Sistina por grana!

Fez por que era sua missão e era o cumprimento desta: usar os dons divinos, que foram dados de graça e por graça, para contribuir com a história.


Esta tem que ser a sua bala de prata: Descobrir qual é sua missão e você descobrirá que é usar o dom que Deus te entregou de graça ao nascer. Se este seu dom coincide, BINGO: Você encontrou a fórmula mágica.


5 visualizações

@1nkBrasil 2015 - 2020

1nk Brasil - Única Brasil Serviços Digitais

whatsapp-logo-icone.png